Cão Nosso - Pet Sitting icon open

RAÇAS DE CÃES PORTUGUESAS

 

A canicultura sempre fez parte da tradição da velha Europa e Portugal não foge à regra. Dos cães de caça aos cães pastor, os portugueses sempre contaram com a ajuda preciosa dos seus companheiros de quatro patas. 


No total, existem 11 raças portuguesas, um número muito interessante para a dimensão do país. Destas, oito são reconhecidas pela FCI (Fédération Cynologique Internationale): Cão da Serra da Estrela; Cão da Serra de Aires; Cão de Água Português; Cão de Castro Laboreiro; Cão de Fila de São Miguel; Perdigueiro Português; Podengo Português; e Rafeiro do Alentejo.


A DGAV (Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária) reconhece, para além destas oito, mais duas: Barbado da Terceira e Cão de Gado Transmontano. A décima primeira raça é o Cão do Barrocal Algarvio, cujo estalão já foi aprovado pelo CPC (Clube Português de Canicultura), faltando, agora, o reconhecimento da DGAV. 


Infelizmente, podiam ser doze as raças portuguesas, caso não se tivesse verificado a extinção do Cão de Fila da Terceira, conhecido como “rabo torto”, na década de setenta do século passado. Porém, alguns entusiastas procuram recriar a raça, recorrendo aos poucos remanescentes que ainda existem. Esperemos que tenham sucesso!


Um facto transversal a todas as raças nacionais é a sua rusticidade, dada a sua antiguidade e aos poucos cruzamentos que as originaram. Não surpreende, portanto, que sejam todas bastante saudáveis.

RAÇAS DE CÃES PORTUGUESAS