Cartas que Ladram – Kaia

Cartas que Ladram – Kaia – é uma iniciativa de promoção da adopção, em parceria com a UPPA. Esta é a história da Kaia, e está em busca de um lar.
Cartas que ladram Kaia

Cartas que Ladram – Kaia – é um projeto que nasce por acreditarmos que todos os cães merecem ter uma família, um lar onde possam ser acolhidos, respeitados e cuidados. Uma das formas que temos de ajudar é através do projeto Cartas de Ladram, criado em parceria com a UPPA – União Para a Proteção dos Animais. 

A cada Carta que escrevemos contamos a história de um cão que pode não ser o mais bonito, dificilmente será de raça, e que viveu já momentos muito difíceis. Porque são estes os cães que mais precisam de ajuda para poderem, também eles, descobrir o seu caminho até um lar. 

Será o seu?

Nesta “Cartas que Ladram – Kaia” encontram a carta de uma patuda incrível e que merece tanto descobrir como é viver numa casa, com quem goste e cuide dela… em família. 

Querida família,

Sinto que, a cada dia que passa, mais perto estamos de nos conhecer. Poderá ainda demorar alguns dias, ou até meses, mas nada evitará que o destino se cumpra. 

No passado mês de Janeiro, celebrei os meus 5 anos no seio de uma grande família que me acolheu desde que tenho um ano de idade – a UPPA. A eles devo-lhes todo o amor e todos os cuidados que tiveram comigo ao longo destes quatro anos. Devo-lhes também a oportunidade que tenho de chegar até vós, com a ajuda de uma outra família – a família do Cão Nosso. 

A minha caminhada nem sempre foi fácil. Juntamente com os meus irmãos, fui abandonada à nascença no meio do mato. Estávamos ali para morrer, entregues à sorte maldita que assombra milhares de cães todos os anos. 

Porém, essa sorte iluminou-se quando os olhos atentos de uma alma caridosa nos encontraram. Acabámos por ir para o Canil Municipal de Sintra, onde passei o primeiro ano da minha vida. 

Sou uma cadela de porte médio, tímida e calma por um lado, mas muito brincalhona por outro. O que preciso é de ganhar confiança para mostrar o quanto gosto de brincar e interagir. Todos os que me conhecem sabem o quão meiga sou e o quanto gosto de passear. 

Antes de me despedir, quero partilhar convosco um sonho que tenho tido. Começa sempre com um passeio que damos juntos, embora nesse sonho não vos consiga ver, mas apenas sentir. No final do passeio, entramos em casa e enroscamo-nos no sofá bem quentinhos, parecendo, nesse momento, que foi sempre assim, que estivemos sempre juntos e que tudo aquilo por que passei foi, no fundo, um pesadelo que teimava em não acabar.

Espero ver-vos muito em breve,

Lambidelas da vossa querida Kaia

Cartas que Ladram - Kaia junta-se à sua família?

Se ficou interessado em adotar a Kaia saiba que a cada adoção conseguida, o Cão Nosso oferece uma sessão de treino para que possa criar laços mais fortes e duradouros com o seu novo cãopanheiro. Fale connosco para saber mais. 

Há mais Cartas que Ladram à espera no nosso blog. Por isso, se não puder adotar, ajude a partilhar. 

Notícias relacionadas