Cão Nosso - Pet Sitting icon open

Tudo sobre Cães

20.02.2018

2018: O ANO DO CÃO SEGUNDO O CALENDÁRIO CHINÊS

Tópicos:
A passagem do ano na China, que segue um calendário diferente do nosso, foi celebrada recentemente, abrindo caminho ao Ano do Cão, o que deixará boas perspectivas a todos os dog lovers.

Na passada sexta-feira, dia 16 de Fevereiro, dissemos, de acordo com a astrologia chinesa, “Adeus” ao Ano do Galo e “Olá” ao Ano do Cão. Este momento de passagem do ano dá azo à maior festa da China, sendo também celebrado por muitos países asiáticos que seguem o calendário chinês. 

As comemorações do ano novo na China, também conhecido como Festival da Primavera, duram 20 dias e constituem o acontecimento que move mais pessoas no mundo – cerca de três mil milhões de pessoas que se deslocam de carro, comboio, barco ou avião. Os chineses festejam actualmente o ano de 4716, seguindo-se pelo registo cronológico mais antigo da História.

Ao contrário do nosso horóscopo, que se rege pelos meses, o horóscopo chinês rege-se pelos anos, levando a que pessoas que tenham nascido no mesmo ano chinês sejam do mesmo signo. São doze os signos existentes, cada um correspondente a um animal com significados diferentes.

Segundo a lenda, Buda convocou todos os animais para a celebração do ano novo mas apenas 12 compareceram. Para os recompensar pela sua lealdade, atribuiu um signo a cada um, tendo sido a ordem ditada pela ordem de chegada:

1.º Rato;

2.º Boi ou búfalo;

3.º Tigre;

4.º Coelho;

5.º Dragão;

6.º Serpente;

7.º Cavalo;

8.º Cabra;

9.º Macaco;

10.º Galo;

11.º Cão;

12.º Porco.

Para além dos signos, o Horóscopo chinês prevê que cada ano seja também influenciado por um dos cinco elementos:

No presente ano, o elemento é a Terra, pelo que vivemos no ano do Cão Terra. Caso vivêssemos num ano com o símbolo Cão mas com um elemento diferente, como a Água, as perspectivas seriam bastante diferentes daquelas que são feitas agora.

O QUE SIGNIFICA O SÍMBOLO E O ANO DO CÃO

Leal e honesto, o Cão luta pela justiça e sofre pelos mais fracos. No entanto, tem dificuldade em confiar nos outros e pode ser dogmático, teimoso e, até, excessivamente temperamental, com mudanças de humor regulares.  Prefere estar em casa focado nas suas responsabilidades do que na vida boémia.  

Os anos do Cão são normalmente vistos com grande expectativa, uma vez que este símbolo projecta a lealdade e a honestidade, levando a que estes anos, pelo aumento do respeito pela solidariedade e pelos valores éticos, sejam de grande prosperidade.

As notícias menos boas para este ano em específico é que a defesa destes valores pode ganhar contornos agressivos, levando à tomada de posições extremadas, uma vez que o elemento Terra tornas as tendências rígidas e pesadas.

A LIGAÇÃO DOS CHINESES COM OS CÃES

Embora a ideia que temos da relação dos chineses com os cães seja inevitavelmente marcada pelo triste costume que algumas regiões deste país têm em vê-los como um petisco, não se pode deixar de considerar a importância histórica que o cão tem na China. No passado, os imperadores e as famílias mais abastadas cuidavam dos seus cães como elementos da família, prática que continua a acontecer em muitas casas do país.

São várias as raças que foram criadas na China e que contam um pouco da sua História. Destas, podemos destacar 5:

Nota: as imagens foram retiradas dos websites da Epochtimes e da Visão.