icon openMenu
Cão Nosso - Pet Sitting

Dachshund

DUAS VARIEDADES

FICHA TÉCNICA

HISTÓRIA

Da toca para o estrelato

Baixote para as pessoas de língua portuguesa, Teckel para as pessoas de língua inglesa, e há ainda quem o conheça como salsicha, dado o seu porte baixo e comprido, que está por detrás do nome do delicioso “Hot Dog”. Mas o verdadeiro nome desta raça alemã é Dachshund, que significa “cão texugo” e que reflecte o propósito original desta raça.

Algumas investigações apontam para que os antepassados desta raça remontem ao Antigo Egipto. Para além das pinturas, foram descobertas esculturas que mostram um faraó sentado junto a três cães com pernas curtas e com um corpo comprido, bem como uma múmia de um cão que se assemelha ao Dachshund que hoje conhecemos.

Contudo, apenas podemos identificar com precisão os antepassados desta raça a partir do século XVIII, época em que surge pela primeira vez a palavra “Dachshund”, utilizada para classificar todos os cães que actuavam na caça ao texugo. Estes dividiam-se em dois grupos: um mais alto, que poderemos classificar como tamanho padrão, que actuava na caça ao texugo e, até, à raposa; e outro mais baixo, que actuava na caça ao coelho. Na sua terra natal e na Grã-Bretanha, estes cães ainda são bastante utilizados na caça, sendo classificados de acordo com diâmetro do peito e não, como acontece com todas as outras raças, pela altura ao garrote.

A oficialização do Dachshund foi reconhecida em 1879, tendo tido grande sucesso além-fronteiras, nomeadamente nos Estados Unidos da América. A rivalidade entre a Alemanha e diversos países do Ocidente, motivada pelas duas Grandes Guerras, afectou bastante a popularidade desta raça. No entanto, com a chegada da paz, esta voltou à ribalta e é hoje uma das raças mais conhecidas em todo o mundo.

temperamento

A coragem não se mede aos palmos

O pequeno e robusto Dachshund é um cão que se adapta bem à cidade e à vida num apartamento. Se, por um lado, é muito brincalhão e cómico, sendo muito afectuoso e protector para com a sua família, por outro é bastante teimoso, não sendo fácil de treinar. Há quem o considere um cão de um só dono, podendo desenvolver ciúmes a quem desvie a atenção que lhe é dedicada, independentemente de serem crianças ou idosos.

De facto, é importante que o dono de um Dachshund seja firme no treino para evitar que o seu cão se torne possessivo tanto em relação a si, como em relação à comida ou aos objectos. Caso contrário, esta raça poderá desenvolver problemas de ansiedade, ladrando excessivamente.

São bons cães de alerta, ladrando a qualquer estranho que se aproxime do seu território. Devem ser habituados a conviver com outros animais desde pequenos, para que não se tornem agressivos. Não precisando de muito espaço para se entreterem, adoram escavar na terra, o que é perfeitamente natural, dada a função para a qual foram criados. Às três variantes de pêlo desta raça (curto ou macio; arame, cerdoso ou duro; e comprido) poderão corresponder algumas diferenças temperamentais. Assim, a de pelo curto ou macio, a mais antiga de todas, corresponde aos exemplares mais determinados; a de pêlo de arame, duro ou cerdoso aos mais obstinados; e a de pêlo comprido aos mais calmos. Mas, independentemente das variantes, todas correspondem a cães muito ligados à família, brincalhões e corajosos.

saúde

O corpo comprido do Dachshund é propício ao desenvolvimento de problemas na coluna que podem ser agravados com a obesidade, que aumenta a pressão sobre o seu dorso. Assim, a alimentação deve ser equilibrada, evitando exageros e moderando o seu apetite voraz.

O exercício é fundamental para o bem-estar da raça, no entanto deve ser moderado para não forçar a coluna. Tudo o que se relacione com subir e descer escadas, ou com saltos de grande altura, deve ser evitado. Para além disto, com a preocupação relativamente à coluna sempre presente, deve pegar-se num Dachshund de uma forma a que ele fique numa posição horizontal. Caso este cão esteja ao colo numa posição vertical, a coluna ficará desprotegida.

Além desta questão, deve-se estar atento aos potenciais problemas cardíacos, dermatológicos e de epilepsia.

No que se refere aos cuidados com o pêlo, ao contrário dos exemplares de pêlo de arame, duro ou cerdoso bem como os de pêlo comprido, que exigem uma escovagem regular, os exemplares de pelo curto não exigem grandes cuidados, bastando uma escovagem ocasional para remover os pêlos soltos e a sujidade.

características

Curiosidades

O Dachshund é uma das raças mais conhecidas e emblemáticas da Alemanha, tendo sido escolhido para mascote dos Jogos olímpicos de Munique (Alemanha), realizados em 1972, como o nome de Waldi.

partilhar
partilhar