icon openMenu
Cão Nosso - Pet Sitting

Cocker Spaniel Inglês

FICHA TÉCNICA

HISTÓRIA

Um caçador inglês com sangue espanhol

Os antepassados desta raça foram utlizados na falcoaria em Espanha, tendo sido levados para Inglaterra e vendidos ou oferecidos aos aristocratas locais, que os baptizaram de spaniel, que deriva da palavra do francês arcaico espaigneul, que significa espanhol. Inicialmente, durante o século XVI, os ingleses, consoante a aptidão que cada cão demonstrava, dividiram-nos entre os que actuavam em terra e os que o faziam na água.

Já no século XIX, dividiram-se os spaniels terrestres em dois grupos: os starters, cuja função era levantar a caça, e os cockers, geralmente mais pequenos, cuja função era levantar e recuperar galinholas. Ora, a palavra inglesa para galinhola é woodcock, razão pela qual o Cocker foi baptizado com este nome.

Com o passar dos anos, os spaniels foram-se apurando consoante as suas habilidades e o seu tamanho, dando origem a diferentes raças tais como: Clumber; Sussex; Welsh Springer; English Springer; Field; Water Spaniel Irlandês; e, claro está, o Cocker Inglês, que é, muito provavelmente, o spaniel mais popular.

Esta raça sofreu um desenvolvimento diferente nos Estados Unidos da América, onde alguns criadores, para desenvolver uma raça esteticamente mais bonita que se destacasse nas exposições, cruzaram o Cocker com outros cães, resultando no Cocker Spaniel Americano, considerada uma raça autónoma desde 1946, que, para além de outras diferenças, apresenta um tamanho um pouco maior.

temperamento

Uma raça gentil e particularmente sensível

Afectuoso e dócil, o Cocker Spaniel Inglês é conhecido por ser um cão gentil, obediente e inteligente, sendo, por isso, um cão relativamente fácil de se treinar. Contudo, por ser carente e necessitar de muita atenção, sofre especialmente de problemas de ansiedade relacionados com a separação, não podendo ficar muito tempo sozinho, sob o risco de destruir a mobília de casa, ladrar ininterruptamente e fazer as necessidades onde não deve.

Caso tenha a devida atenção, esta raça activa mostra-se bastante sociável e receptível com as visitas, fazendo questão de ladrar inicialmente para fazer notar a sua presença.

saúde

A atrofia progressiva da retina, a displasia da anca, as cataratas e as infecções auditivas são as doenças que surgem com maior regularidade nesta raça. No que respeita às questões auditivas, deve-se limpar regularmente as suas orelhas, uma vez que o seu comprimento faz com que estejam em contacto com o solo, sujando-se mais facilmente. O pavilhão auricular deve também ser limpo, por forma a prevenir-se o surgimento de otites.

A pelagem deve merecer uma especial atenção, aparando-se o excesso de pêlo no interior das orelhas e à volta dos pés.

Esta raça necessita de fazer exercício físico diariamente, para que se mantenha alegre e equilibrada.

características

Curiosidades

Virginia Woolf escreveu um livro intitulado de “Flush: A Biography”, que se trata de uma biografia imaginária de um Cocker chamado Flush que interpreta a vida urbana que o rodeia, servindo como uma crítica feroz aos métodos artificias e inaturais da vida na cidade.

partilhar
partilhar