icon open
Cão Nosso - Pet Sitting

Conselhos para a adopção de um cão

Reflicta sobre as responsabilidades e consequências

Reflicta profundamente sobre a adopção de um cão, considerando as grandes responsabilidades que isso implica e o impacto que terá no seu dia-a-dia.

Conselhos para a adopção de um cão

CONSELHOS

  1. Visite as instalações do canil ou da associação que acolhe o cão

    É importante que visite as instalações do canil ou da associação que acolhe o cão, analisando as respectivas condições.
  2. Informe-se sobre o cão

    Informe-se sobre o temperamento do cão que pensa adoptar, procurando saber as circunstâncias em que foi resgatado e, se possível, quem são os seus progenitores. Independentemente de os cães poderem sempre ser educados e quase sempre reeducados, um cão que apresente um temperamento mais agressivo não será a escolha mais acertada para alguém que não possua experiência de adestramento.
  3. Analise o profissionalismo dos funcionários

    Apesar de ser natural que toda a equipa que colabora numa determinada associação ou canil fique feliz por ver um cão ser adoptado, desconfie quando o pressionam a levar um dos seus cães. Uma equipa responsável quererá certificar-se que tem as condições necessárias para acolher um cão e que sabe o que está a fazer.
  4. Informe-se sobre o estado de saúde do cão

    Deve procurar informar-se sobre o estado de saúde do cão que pensa adoptar e as vacinas que deve tomar – todos os cães têm que ter um boletim de vacinas. A primeira vacina, que previne contra doenças como a Parvovirose e a Esgana, deve ser dada entre as seis e as oito semanas.
  5. Analise o comportamento do cão

    A forma como os cães se comportam é um indicador de alguns traços da sua personalidade. Por exemplo, os cães que vêm ao nosso encontro são os mais confiantes, o que é óptimo sinal. Já aqueles que evitam o contacto com humanos são mais desconfiados, o que não é tão bom sinal.
  6. Confirme que o cão tem microchip

    Deve confirmar com a associação ou com o canil que o cão tem microchip (identificação electrónica). O microchip é um aparelho extremamente pequeno que é introduzido nos cães através de uma injecção subcutânea e que serve para, no caso do cão se perder, o veterinário poder identificar o dono e contactá-lo de imediato.
  7. Informe-se sobre a alimentação do cão

    Dado que não é aconselhável que os cães mudem, de forma repentina, de ração, deve perguntar aos funcionários da associação ou do canil qual a ração que o cão está a comer. Ainda que queira depois mudar de ração, é importante que o faça de forma gradual.
  8. Mantenha o contacto com o canil ou com a associação

    Se a equipa do canil ou da associação for responsável, quererá saber como evolui o processo de adopção e ajudar naquilo que for possível.
CONSELHOS PARA A COMPRA DE UM CÃO